Cabo do Exército foi morto com tiro por um amigo para roubar moto em Guajará-Mirim

Publicada em


Genildo Peres Nunes, 22 anos, foi denunciado pelo comparsa

A Polícia Civil conseguiu desvendar toda a trama que culminou com o assassinado do cabo do Exército Carlos Cabixi Wajuru, 24 anos. Ele estava desaparecido desde a última quinta-feira (25), situação que mobilizou as polícias de Rondônia e até as Forças Armadas nas buscas. O corpo do jovem foi encontrado na sexta-feira (26) em uma área da zona rural de Guajará-Mirim. Carlos Cabixi foi morto pelo amigo Genildo Peres Nunes, 22 anos, um ex-militar, com a ajuda do comparsa, Rodrigo Figueira Nunes, também 22 anos, que acabou confessando o crime à Polícia. Genildo disparou na cabeça de Carlos para roubar a moto da vítima.

Fonte: Rondoniagora