Bodas de Ouro de José Santos e Lacy

Bodas de Ouro de José Santos e Lacy

Gastam-se apenas alguns minutos para realizar um casamento, mas espera-se meio século para celebrar um casamento de ouro. Passaram-se cinco décadas, o tempo revelou muitas coisas, momentos de tristeza, alegrias, conquistas, as vezes derrotas, decepções, mas, todo tempo juntos, a comprovação do verdadeiro amor.

Como diz a Escritura Sagrada, “o amor jamais acaba”. O verdadeiro amor não tem data de validade; O tempo é um teste que põe a prova os votos feitos diante de Deus. Promessas foram feitas um ao outro, porém, essa união estava sob a vontade de Deus; e tudo que vem de Deus permanece para sempre.

O tempo comprova se algo é verdadeiro ou não; Ele cura, mas também fere; Pode demonstrar nossas rugas e nossa heranças, nosso legado, tudo que construímos ao longo da vida.

A história resumida deste casal foi mais ou menos assim…. Certo dia, a senhora Catarina, mãe da Lacy, foi visitar a vizinha que acabara de chegar de mudança, vinda do estado de Minas Gerais. Chegando lá, se deparou com um jovem lindo e muito simpático. Ao retomar para casa, logo disse a sua filha, fui visitar a Sebastiana, e não é que ela tem um filho solteiro muito lindo, você precisa conhecê-Io minha filha.

Lacy por sua vez não deu importância alguma ao comentário, pelo contrário, fingiu não ter ouvido. Passados alguns dias, Lacy, ao chegar na Igreja, deparou com quem? Imaginem vocês? Com José, que a convite dos irmãos dela, foi conhecer a Igreja Presbiteriana. Ela, uma jovem sempre educada com os visitantes. foi logo lhe cumprimentar. Conversaram, conversaram, conversaram e foram embora. Passados exatamente 12 dias, José pediu-lhe em namoro, ela, sem exitar, resolveu aceitar. Disse ela, podemos tentar. Assim começaram a namorar e logo se apaixonaram. José que não é bobo, passados trinta dias de namoro, pensou! Não vou deixar essa morena linda escapar, vou logo lhe pedir em casamento. E assim o fez. Ela, surpresa, e muito feliz, de imediata aceitou.

Então noivaram, e 90 dias depois se casaram, no dia 15 de Outubro de 1968. Ela com idade de 21 anos e ele 23.
Anos depois, a familia se consolidou. Nasceram 8 filhos, dos quais sete estão vivos. Tiveram 8 netos e por enquanto não tem bisnetos.

A primogênita é a Creuzeni que é casada com João Eduardo, eles têm três filhos, Marcos Eduardo, Carlos Eduardo e o Victor Gabriel.

Depois o Denoel, que não pode está presente, pelo fato de morar na Espanha; Ele é casado com a Suzana, e tem duas filhas, Jheneffer Carolaine e Leticia Maira.

Depois nasceu a Lucinéia casada com o Pastor Sidney, e tem um filho, Matheus.

Em seguida vem o Cledilson, casado com Leiva Cristina.

Na sequência, veio a Lindomar, casada com Moises, eles têm dois filhos, Nicolas e Vinícius.

Em seguida nasceu o Ademilsom, solteiro; e finalmente veio a caçula, Laurinete, ainda solteira.

Esse foi o resumo da história desse casal, que de forma maravilhosa, foram agraciados por Deus tão ricamente, concedendo-lhes o privilégio de completar 50 anos de união.

Por tudo que Deus fez e ainda fará por meio desta união, por todos seus descendentes es história de vida de cada um deles; ao Senhor Jesus, seja toda glória, honra atestas, ontem, hoje e para sempre, amém!

 

 

 

Comentários