Após repercussão Maurão recua e continuará arcando com despesas de Casa de Apoio até o final do ano; Empresário irá assumir o abrigo

Após repercussão Maurão recua e continuará arcando com despesas de Casa de Apoio até o final do ano; Empresário irá assumir o abrigo

Os pacientes da Casa de Apoio O Samaritano em Barretos (SP), foram informados nesta quinta-feira (18), que o deputado Estadual Maurão de Carvalho mudou de ideia e se comprometeu a continuar arcando com as despesas do abrigo pelo menos até o dia 29 de dezembro deste ano. Neste mesmo dia eles também receberam a boa notícia que possivelmente um empresário de Rondônia, o qual não teve seu nome divulgado, irá assumir as despesas da Casa de Apoio a partir de 2019.

Diante a situação anteriormente evidenciada, os pacientes iniciaram uma mobilização na última quarta-feira (17), data estipulada pela equipe de Maurão para desocupação do imóvel, que seria entregue ao seu proprietário, o caso foi informado a imprensa e uma campanha de arrecadação também teve início.

O site Jaru Online foi procurado pelos pacientes que solicitaram que fosse levado ao conhecimento da sociedade rondoniense a situação em que eles ficariam com o fechamento do abrigo, uma vez que muitos não possuem condições de pagar hotel, a decisão logo repercutiu negativamente, e Maurão se manifestou, primeiro negando o pedido de desocupação com data estipulada até o dia 17 e dando mais 13 dias de prazo, e posteriormente informando por meio de nota enviada por sua assessoria a vários sites do estado, que a publicação do Jaru Online é “mentirosa e maldosa”, pois ele na verdade arcará com o abrigo até o final do ano. Pois bem, mesmo que seja reprovável a atitude de Maurão em preferir tentar descredenciar a notícia ao invés de assumir seus atos, o site Jaru Online juntamente com os pacientes da casa de apoio O Samaritano, agradecem a compressão do Deputado, em garantir o custeio de mais alguns dias do abrigo, o qual ele já mantem de boa-fé a 10 anos.

Os pacientes comemoraram a atitude de Maurão e do empresário anônimo, e informaram que diante esta nova realidade, estarão devolvendo o dinheiro fruto de doações enviado a eles para pagarem o aluguel do imóvel.

Comentários