Adolescente declarado morto volta à vida antes de ter órgãos retirados

Publicada em


O adolescente acima ficou com lesões cranianas severas após ser atropelado por uma van, na cidade inglesa de Leek, no dia 13 de março. Apesar de ter sido levado imediatamente ao hospital, os médicos disseram que a família poderia se despedir: Lewis Roberts, 18, havia sofrido “morte do tronco encefálico”.

De acordo com o tabloide britânico Metro, diante da notícia, os entes do rapaz concordaram em doar os órgãos dele a outras sete pessoas. No entanto, a espera para o procedimento de remoção se mostrou crucial aos próximos acontecimentos.

O vídeo acima, compartilhado por Jade Roberts, irmã do jovem, mostra o momento em que Lewis consegue respirar sozinho, sem a ajuda de aparelhos. Isso, há poucas horas de ser levado para a mesa de cirurgia.

“Lew, você é incrível”, diz Jade durante a gravação.

Em postagem no Facebook, ela explicou que a morte do irmão já havia sido informada ao legista. Após o preenchimento de formulários, Jade decidiu subir ao quarto onde o adolescente repousava: “Segurei a mão de Lewis e pedi a ele para respirar”, escreveu.

Uma semana depois, ela compartilhou uma notícia ainda melhor: o rapaz havia conseguido passar um dia inteiro sem o ventilador pulmonar.

Apesar da melhora e do hospital ter se desculpado pelo erro, no dia 28 de março, Lewis voltou a respirar por aparelhos, devido a uma infecção no peito. Os médicos ainda investigam o que teria provocado o quadro.

Como ainda não deixou o estado crítico, a família do rapaz tenta arrecadar dinheiro para o tratamento, por meio de financiamento coletivo: “Somo muito gratos pelas orações e pelos votos de melhora para Lewis”, diz mensagem na página de arrecadação.

Segundo o Metro, a polícia que atende a região ainda investiga o acidente que vitimou o adolescente.

Fonte: R7