TCE escolhe Jaru como modelo na implantação do Profaz; Prefeito apresenta resultados em encontro técnico

TCE escolhe Jaru como modelo na implantação do Profaz; Prefeito apresenta resultados em encontro técnico
ELETROSSOL NORTE JARU Instalação energia solar

Os participantes do 1º Encontro Técnico do Programa de Modernização e Governança das Fazendas Municipais e Desenvolvimento Econômico-Sustentável dos Municípios de Rondônia (Profaz), uma realização do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RO) em Vilhena, puderam assistir nessa segunda-feira (2) apresentação dos resultados obtidos pelo município de Jaru, escolhido para ser modelo na implantação do programa em Rondônia.

Durante a explanação, o prefeito de Jaru, João Gonçalves Júnior, considerou o Profaz um “divisor de águas”, especialmente quanto à melhoria da arrecadação própria do município. “Desde que recebemos a notícia de que Jaru, juntamente com Itapuã do Oeste e Ariquemes, eram os municípios escolhidos para a implantação do Profaz, foi uma satisfação”, disse, citando a atuação do TCE-RO, por meio da equipe técnica, coordenada pelo conselheiro Benedito Alves.

“O conselheiro Benedito nos motivou a abraçar esse programa, que nos trouxe resultados fantásticos já em 2017 e agora também em 2018”, disse, antes de apresentar números, como o aumento da arrecadação tributária, através do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), que saltou de pouco mais de R$ 950 mil em 2016 para uma previsão, em 2018, de arrecadação superior a R$ 5,2 milhões. “Isso vai nos proporcionar os recursos necessários para obras e investimentos no município, visando atender nossa população”, acrescentou.

PALESTRA

Ainda pela manhã, o presidente do Conselho Regional de Contabilidade de Rondônia (CRC-RO), Joelso Tavares, ministrou palestra com o tema “A importância da nota fiscal eletrônica e o papel do contador”.

O Encontro Técnico é coordenado pela Escola Superior de Contas (Escon) e conta com a participação da equipe técnica do Profaz, integrada por profissionais do TCE-RO, da Universidade Federal de Rondônia (Unir), da Receita Municipal, do Governo do Estado e demais órgãos e instituições parceiros na realização do programa.

 

Comentários