Viúva e amante são presos acusados de matar pastor

Viúva e amante são presos acusados de matar pastor

 

Policiais Civis do Sevic da 1ª DP, em Ji-Paraná, prenderam na tarde desta quarta-feira em Rolim de Moura, a viúva do pastor Expedito Evangelista Oliveira, foi assassinado no dia 11 de outubro de 2015 enquanto lia a Biblía em sua própria residência. Márcia de Almeida Lopes, de 38 anos, e seu amante Erasmo Santana Almeida, de 53 anos está sendo apontado pela Polícia como sendo os autores do homicídio. Os trabalhos de investigação foram conduzidos pelo delegado Luís Carlos Hora,

Expedito Evangelista Oliveira foi friamente assassinado enquanto estudava a Bíblia, deitado no sofá de sua residência, que fica ao lado da Igreja onde ministrava os cultos.

Segundo o delegado, durante as investigações foram produzidas provas materiais suficientes para incriminar o casal.

Ao chegar na 1ª Delegacia de Polícia, Erasmo confessou que vinha tendo um caso amoroso com Márcia, que é sua prima legítima, há cerca de seis meses, porém não confessou o crime e disse que só falaria na presença de um advogado. Já Márcia, confessou que não presenciou a morte do marido, mas abriu o portão da casa para que seu amante pudesse entrar e cometer o assassinato.

 

A vítima pastor Expedito Evagelista Oliveira

Fonte: RONDONIAGORA com Comando 190