Trabalhadores em educação do Estado fazem paralisação de um dia na segunda-feira, 16/10

Trabalhadores em educação do Estado fazem paralisação de um dia na segunda-feira, 16/10

O Sintero está convocando todos os trabalhadores em educação estaduais para um dia de paralisação das atividades, na próxima segunda-feira, dia 16/10.

A paralisação das atividades foi aprovada pela categoria em assembleias realizadas nas Regionais em protesto pela reposição de perdas salariais.

A Direção do Sintero mantém um canal de diálogo com representantes do governo através da MENP – Mesa de Negociação Permanente, com quem tenta obter o atendimento das reivindicações da categoria.

No entanto, ainda não há uma proposta, por parte do governo, de reposição salarial, nem mesmo para repor o índice da inflação.

O presidente do Sintero, Manoel Rodrigues da Silva, disse que os trabalhadores em educação não suportam mais o arrocho salarial, por isso decidiram, na maioria das Regionais, por paralisações pontuais das atividades.

“A primeira paralisação será nesta segunda-feira, mas se não houver avanço nas negociações, outras paralisações poderão ocorrer. Se ainda assim não houver proposta do governo, a categoria poderá decidir por não iniciar o ano letivo de 2018”, disse o presidente do Sintero.

Em Porto Velho a concentração será às 8 horas da manhã na Sede Administrativa do Sintero. Já no interior do Estado, a concentração será nas Sedes das Regionais.

“Contamos com a participação de todos para mostrarmos ao governo do estado que a educação está satisfeita com o arrocho salarial”, finalizou.

Autor / Fonte: Sintero