Suspeitos De Roubar R$ 1 Milhão Em Joias De Relojoaria São Presos Em RO

Suspeitos De Roubar R$ 1 Milhão Em Joias De Relojoaria São Presos Em RO

Suspeitos De Roubar R$ 1 Milhão Em Joias De Relojoaria São Presos Em RO

Quatro pessoas suspeitas de terem roubado mais de R$ 1 milhão em joias de ouro de uma ótica de Rolim de Moura (RO), foram presas pela polícia nesta quarta-feira (3) em Ariquemes (RO), no Vale do Jamari. Entre os detidos estão três homens e uma mulher. O crime aconteceu no dia 19 de janeiro. Além dos objetos roubados, os policiais encontraram uma arma calibre 38 com os suspeitos.

De acordo com delegado regional Thiago Flores, durante as investigações, a Polícia Civil de Rolim de Moura descobriu que a quadrilha responsável pelo assalto à relojoaria teria ligações em Ariquemes. Com a informação, os policiais civis dos dois municípios fizeram o trabalho em conjunto para apurar a informação.

Com o conhecimento de possíveis suspeitos do crime, eles solicitaram na Justiça o mandado de busca e apreensão em três endereços em Ariquemes e cumpriram os mandados nesta quarta-feira. “Em duas casas encontramos várias joias e relógios. Em uma terceira residência foi localizado o suspeito de praticar o roubo e outro homem que disse que a arma apreendida era dele. Num total foram quatro presos, cuja as participações no roubo serão individualizadas a conduta de cada um”, explicou o delegado, que disse ainda que o suspeito preso de participar do assalto é foragido da Justiça de Ariquemes pelo crime de roubo.

Segundo Flores, os suspeitos presos podem fazer parte de uma quadrilha especializada em roubo de joias e será averiguado ainda o envolvimento deles em furtos e roubos na região do Vale do Jamari. Ele acrescenta que as investigações apontaram que os produtos roubados seriam levados para Porto Velho.

Com suspeitos, polícia apreendeu revólver calibre 38 (Foto: Franciele do Vale/ G1)Com suspeitos, polícia apreendeu revólver calibre 38 (Foto: Franciele do Vale/ G1)

“As joias tinham um futuro provável e acreditamos que seriam levadas para a capital do estado para serem recepcionados por outras pessoas”, disse o delegado. O delegado conta também que as investigações continuam para tentar identificar o segundo suspeito de praticar o assalto, bem como a possível participação de outras pessoas no crime. “Com a prisão dessas pessoas, agora vamos intensificar as investigações e acreditamos que novas prisões serão realizadas”, completou Flores.

Assalto
Uma relojoaria foi assaltada no dia 19 de janeiro em Rolim de Moura. De acordo com informações dos proprietários, cerca de R$1 milhão em joias de ouro foi levado pelos criminosos. Toda a ação foi filmada pelas câmeras de segurança do estabelecimento. Na época, as funcionárias da loja relataram à polícia que trabalhavam normalmente, quando dois homens armados entraram no local e anunciaram o assalto. Após adentrarem na ótica, a dupla ameaçou as vítimas e pediu por joias.

Em seguida, um dos criminosos foi para o departamento de joias de ouro e pegou todos os objetos da sala, como colares, brincos, pingentes e anéis. Enquanto isso, o outro suspeito roubou vários relógios de marcas famosas. Após o assalto, os suspeitos fugiram do local em uma motocicleta, levando todos os objetos roubados dentro de uma mochila.