Suspeito de matar avó e neto com 23 tiros é preso pela polícia, em RO

Em cumprimento a um mandado de prisão preventiva, a Delegacia Regional de Polícia Civil de Ariquemes (RO) divulgou na manhã desta sexta-feira (29) que prendeu o homem de 28 anos suspeito de assassinar a avó e neto, com 23 tiros, na casa onde moravam. O crime aconteceu na Rua Valdir Eugênio, em Monte Negro (RO), no dia 20 de dezembro de 2015.

Segundo o delegado Thiago Flores, o homem preso seria um dos suspeitos que participou do duplo homicídio. “Foram encontradas na residência munições de diferentes calibres, o que faz indicar pela quantidade de disparos que a casa foi invadida. Não resta dúvida de terem ao menos dois autores neste crime”, explica.

Conforme as investigações, o jovem de 21 anos assassinado e o suspeito preso se conheciam. Para a polícia, os dois possuíam estreita relação para cometer crimes. Tanto a vítima quanto o suspeito já tinham passagem pela Justiça. “O que teria motivado o crime foi um desentendimento entre ambos, por questões internas relacionadas aos crimes que eles praticavam”, esclareceu Flores.

Ainda conforme o delegado, a polícia possui algumas suspeitas em relação ao outro homem que participou do duplo assassinato, mas ainda não pode pedir ao judiciário por uma prisão preventiva. “A nossa expectativa é que com a prisão deste primeiro, nós possamos avançar com as investigações na intenção de chegar ao outro”, comenta.

De acordo com a polícia, o suspeito foi preso na última quarta-feira (27), enquanto transitava na BR-421, em Monte Negro. Após ser capturado, ele permaneceu em silêncio ao não comentou sobre a autoria do duplo homicídio. Ele foi encaminhado até a Casa de Detenção de Ariquemes, onde irá aguardar o decorrer do inquérito policial e do processo em prisão preventiva.