Revoltada, população de RO agride 2º ladrão em menos de duas semanas

Revoltada, população de RO agride 2º ladrão em menos de duas semanas

Pela segunda vez em menos de duas semanas, populares de Porto Velho agridem suspeito de assalto. No último dia 29 de janeiro, um homem foi linchado quando tentava roubar uma moto de um servidor público. Já na noite de segunda-feira (9), pessoas que estavam Rua José de Alencar renderam e bateram em um homem, que tentou roubar uma vendedora de 40 anos, que esperava o ônibus coletivo na Praça do Baú, localizada na Avenida Rogério Weber, zona central da capital.

Durante a tentativa de assalto, a vendedora foi esfaqueada pelo suspeito que puxou a bolsa da vítima e efetuou os golpes que atingiram a mão esquerda da mulher. Testemunhas prestaram socorro e deteram o homem que foi agredido após o crime.

A polícia informou que fazia patrulhamento na Avenida Rogério Weber quando foi acionada por populares, que alegaram haver um elemento detido por pessoas que estavam na rua José de Alencar. Quando os policiais chegaram ao local, encontraram o suspeito caído ao solo com lesões na boca, braços e pernas.

Em depoimento, a vítima informou que aguardava o ônibus na praça quando o suspeito chegou por trás e puxou a bolsa que estava no ombro dela. A mulher caiu ao chão e o homem desferiu alguns golpes de faca contra a vítima, que teve lesões na mão esquerda, ao tentar se defender.

Após o fato, a vítima gritou por socorro e testemunhas e mototaxistas prestaram ajuda. Alguns correram atrás do suspeito e recuperaram os objetos da mulher. A polícia informou que perguntou sobre quem teria feito as lesões no suspeito, mas ninguém soube informar quem seria o responsável pelas agressões. O homem foi levado à Central de Polícia.

Jovem é linchado por moradores ao tentar roubar moto
Um jovem de 19 anos morreu na madrugada do último dia 29 de janeiro, após ser linchado por moradores, durante uma tentativa de assalto na Avenida Rio Madeira, no Bairro Nova Esperança. O rapaz e seu comparsa, que conseguiu fugir, teriam tentado levar a moto de um servidor público, que reagiu, entrando em luta corporal com ele. No momento do assalto, pessoas que estavam no local acabaram linchando o suspeito, em defesa da vítima.

Posição da PM
A Polícia Militar informa que a ação das pessoas contraria as recomendações da polícia. Para a PM, a população não deve reagir neste tipo de ocorrências. “Essa ocorrência contraria duas recomendações da Polícia Militar. Uma que diz que em caso de assalto não reaja, e a segunda que não se deve fazer justiça com as próprias mãos,” disse o coronel da Polícia Militar, Carlos Roberto Santos, após o linchamento do suspeito que tentou roubar uma moto.