Prisão temporária do suspeito de matar mãe e filho é decretada em Cacoal

Prisão temporária do suspeito de matar mãe e filho é decretada em Cacoal

A prisão temporária de Oclecio da Cruz Almeida, de 40 anos, foi decretada na noite de segunda-feira (18), em Cacoal (RO) município a 480 quilômetros de Porto Velho. O homem é o principal suspeito de ter matado uma criança de cinco anos e a mãe, que era esposa dele. Ambos foram mortos por enforcamento e em seguida jogados no Rio Machado. Os corpos foram encontrados na segunda-feira, na região de Castanheiras (RO). O suspeito está foragido.

De acordo com o perito criminal da Polícia Civil, Cleverson Esteves, o corpo da mãe foi encontrado pelo Corpo de Bombeiros no Rio Machado em Castanheiras, por volta das 19 horas.

“Esse corpo apresentava sinais semelhantes ao do menino, de um enforcamento produzido a partir das costas. Então, ele estava por trás, o que impossibilitava a defesa da vítima. No corpo também não foi encontrado nenhum sinal de que a vítima tenha tentado se defender”, explicou Esteves.

Para o perito o que chamou bastante atenção é que a mulher estava sem as roupas íntimas no momento em que o corpo foi encontrado.

“Aparentemente de forma externa, o corpo não apresentava nenhum sinal de violência sexual, mas essa é uma circunstância para o médico legista analisar melhor”, declara.

Os familiares não divulgaram detalhes sobre o sepultamento, mas acreditam que o enterro será somente na quarta-feira (20).

Quem tiver informações sobre o suspeito do crime pode ligar no 190 da Polícia Militar ou 197 da Polícia Civil.