Portos e ancoradouros de Rondônia serão modernizados, diz ministério do transportes

Portos e ancoradouros de Rondônia serão modernizados, diz ministério do transportes

“Portos sem papel”. Essa é a ideia da Secretaria Nacional de Portos (SNP) sobre a modernização dos portos privados de todo o país. Os de Rondônia, segundo o Ministério dos Transportes, Portos e Aviação (MTPA) passarão nos próximos meses por este mecanismo que ali tecnologia e respeito ao meio ambiente.

Entre os benefícios, o programa desburocratização os procedimentos de estadia dos navios nos portos de forma a aperfeiçoar os processos de importação e exportação, aumento da eficiência e da modernização da gestão portuária por meio aplicativos e sistemas de computador.

O coordenador de Tecnologia da Informação Portuária da SNP, Ricardo Strauss, anunciou que o sistema será implantado nos terminais privados de todo o Brasil, atendendo a uma recomendação da Organização Marítima Internacional. “Em setembro, executamos o projeto piloto nos terminais de Chibatão e Super Terminais, no Amazonas. Em seguida vamos para Itajaí, em Santa Catarina, e partimos para os portos de Rondônia e Pará e depois vamos descendo o litoral, do Norte para o Sul do Brasil”, explicou Strauss.

Antes, a metodologia para solicitar as anuências de atracação, operação e desatracação era realizada de forma individual. Os responsáveis pelas embarcações (Armador ou Agente de Navegação) tinham que prestar informações obrigatórias e necessárias a diversos órgãos governamentais Anuentes como, por exemplo, Marinha do Brasil, Polícia Federal, Anvisa, Ministério da Agricultura e Receita Federal. Com a atualização do sistema, agilidade e mais rapidez vão de encontro com a proposta de modernização.

Fonte: NewsRondônia