anuncio 1
anuncio 2

publicado em: 20 abr 2017 - Redação

Operação Velozes e Furiosos: Polícias Civil e Militar desencadeiam Operação em Ouro Preto; cinco são presos

As polícias Civil e Militar de Ouro Preto do Oeste, em ação conjunta, desencadearam a operação Velozes e Furiosos, na noite da quarta-feira (1ª fase) e manhã desta quinta feira (2ª fase), visando desarticular uma associação criminosa formada por jovens que agiam ao arrepio da lei utilizando suas motocicletas como verdadeiras armas.

A operação foi coordenada pelos Delegados da Polícia Civil Roberto dos Santos e Julio Cesar juntamente com o Capitão PM Bruno Costa, e contou com mais de 50 policiais civis e militares. De acordo com os coordenadores, a operação visava desarticular uma quadrilha denominada “Gang do Grau”, grupo esse que dominava parte da principal avenida da cidade, nas noites de quarta-feira, para praticar perigosas manobras (direção perigosa), enfrentar a polícia (resistência, desobediência e desacato) e colocar a vida das pessoas em risco, desmoralizando a força pública.

A ação desse grupo de baderneiros era transmitida por um canal da rede Youtube, e suas ações eram ovacionadas por outros rebeldes que aplaudiam o vandalismo.

A primeira fase da operação ocorreu na noite de ontem, popularmente conhecida como “quarta do pastel”, pois sempre foi a data escolhida pelo grupo para praticar seus crimes. Na ocasião, foram apreendidas ao menos 09 motocicletas por irregularidades administrativas, encaminhadas ao depósito da CIRETRAN, sendo lavrados inúmeros autos de infração administrativa pela Polícia Militar. Também foi conduzida uma mulher pelos crimes de desacato e desobediência.

A segunda fase ocorreu nesta manhã, com a captura de cinco dos articuladores do grupo, os quais foram presos em virtude de mandado de prisão temporária (05 dias, podendo ser prorrogado) pelos crimes de associação criminosa, direção perigosa, desobediência, desacato, promover racha e corrupção de menores.

De acordo com um dos investigadores do Serviço de Investigação da Polícia Civil (SEVIC), o grupo está sendo monitorado pelos policiais civis há pelos menos dois meses, sendo que conseguiram identificar os principais líderes do movimento, os quais estão sendo presos nesta data.

Na casa de um dos presos foram encontradas várias peças de motocicleta, inclusive motor com numeração raspada, e, de acordo com os Delegados, poderá haver indiciamento por receptação ou adulteração de sinal identificador, caso seja comprovado que o local é um desmanche de veículos.

Os presos foram encaminhados à Casa de Detenção de Ouro Preto do Oeste.

Assessoria

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE