zap log jaru transporte transportadora

“Não subirei no palanque do Acir Gurgacz e tampouco pedirei voto para ele”, afirma Ivo Cassol

“Não subirei no palanque do Acir Gurgacz e tampouco pedirei voto para ele”, afirma Ivo Cassol

Ao contrário do que fora “plantado” pela minoria da mídia rondoniense por meio de sites de notícias, o senador da República Ivo Cassol (PP/RO) não irá fazer campanha e tampouco pedirá voto para o seu colega de parlamento Acir Gurgacz (PDT/RO). A declaração foi feita ontem, 21/07, no município de Ouro Preto do Oeste (RO). O “senador do povo”, como é conhecido em Rondônia, disse com todas as letras que apoiará incondicionalmente os pré-candidatos aos cargos de senador da República Carlos Magno (PP-RO), deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO) e Tiziu Jidalias (SD-RO). “Não posso esquecer do amigo e companheiro Luiz Cláudio (PR-RO), enfatizou.

Ivo Cassol disse, durante o lançamento da pré-candidatura de Carlos Magno ao senado federal, em Ouro Preto, que a mídia rondoniense, bem como as postagens inverídicas em grupos de whatsapp e outras mídias sociais tentam a todo custo “plantar” informações infundadas e pautadas na mentira e fofocas. “Nunca declarei apoio a pré-candidato ao governo. Tínhamos iniciado uma conversa com o grupo do Expedito Júnior (PSDB-RO), porém as pessoas que fazem parte daquele projeto não aceitaram Carlos Magno como pré-candidato ao senado federal, inviabilizando assim qualquer construção política futura”.

Ainda, segundo o “senador do povo”, os Progressistas em Rondônia é comandado pela sua irmã Jaqueline Cassol, pré-candidata ao cargo de deputada federal. “Ela vem, juntamente com o PR e SD construindo uma nominata favorável para os pré-candidatos a federal e estadual. Nunca fora mencionado apoio ao governo do Estado, nessas eleições, por parte dos Progressistas, até porque, tínhamos conversado que, após o meu impedimento, proveniente de decisão judicial do Supremo Federal, iríamos analisar criteriosamente todas as situações.

Animosidade

O ex-governador e senador Ivo Cassol (PP-RO) disse que a animosidade existente entre ele e o senador Acir Gurgacz não acabará do dia para noite, pois as ofensas foram duras e atingiram membros da família. “Foram agressões por meio de vídeos e postagens nas redes sociais. Somente o tempo saberá se tudo que fora dito poderá ser amenizado e superado”.

Sobre essa aliança/composição, Ivo Cassol foi enfático ao afirmar que toda e qualquer construção política passa pela pré-candidatura a federal. “Minha irmã está preparada para assumir uma cadeira na Câmara dos Deputados. Independente da composição para governo, Jaqueline irá trabalhar para somar junto a coligação para federal”.

O senador do povo desabafou sobre o atual sistema eleitoral que obriga os pretensos candidatos a coligarem onde há divergência de ideias e conflitos por conta de candidatos que estão preocupados apenas com a situação mais confortável para si. “ É um sistema podre que está na contra-mão da democracia, porque quem é mais votado pode não ser eleito, estando obrigado tomar um rumo que não é coerente e compatível com o que espera o eleitor”, frisou.

Comentários