Mulher de 92 anos mata filho após recusar ir para um asilo

Mulher de 92 anos mata filho após recusar ir para um asilo

Blessing está sob custódia acusada de assassinato em primeiro grau e sua fiança ficou estabelecida em 500 mil dólares (cerca de R$ 2 milhões).

Anna Mae Blessing, de 92 anos, atirou e matou seu filho de 72 anos na última segunda-feira ( 02/07) no estado do Arizona (EUA), depois de ter se recusado a ser enviada para um asilo. A informação é do “USA Today.”

Segundo os policiais que a escoltaram até a delegacia, ela teria dito ao filho: “Você tirou minha vida, então eu estou tomando a sua.” Anna ainda disse aos policiais que o filho queria que ela fosse embora porque “se tornou difícil conviver com ela”.

No dia do homicídio, Anna se dirigiu ao quarto onde o filho dormia com a namorada e, após discutir com ele, tirou uma pistola do bolso e disparou contra o rapaz. A senhora ainda tentou matar a companheira do filho, mas ela conseguiu tirar a arma das mãos da mulher e ligar para a polícia.

Ao chegarem no local do crime, os agentes encontraram Anna sentada na poltrona. Ela disse aos investigadores que queria se matar, mas não tinha mais armas para fazê-lo. O filho foi encontrado morto com dois tiros, um no pescoço e outro no queixo.

Blessing está sob custódia acusada de assassinato em primeiro grau e sua fiança ficou estabelecida em 500 mil dólares (cerca de R$ 2 milhões).

 

Fonte: istoé

Comentários