MP teria provas para denunciar Lula por lavagem de dinheiro, diz revista

MP teria provas para denunciar Lula por lavagem de dinheiro, diz revista

O Ministério Público de São Paulo teria indícios suficientes para denunciar o ex-presidente Lula por lavagem de dinheiro em investigação que apontaria ocultação de propriedade de um apartamento triplex no Guarujá que foi reservado pela construtora OAS para a mulher do ex-presidente. As informações foram publicadas pela revista Veja na última sexta-feira (22).

De acordo com a publicação, “a denúncia contra o ex-presidente decorre da investigação de fraudes em negócios realizados pela Bancoop, cooperativa habitacional”. Em 2009, houve transferência de empreendimentos para a OAS e a construtora teria favorecido Lula.

Segundo a publicação, a OAS assumiu a reforma do tríplex que estava reservado para Marisa Letícia, mulher do ex-presidente.

Além disso, de acordo com o texto, “a OAS desempenhou ainda o papel de ‘laranja’ de Lula, passando-se por dona do tríplex”. Os promotores se dedicaram durante seis meses “a esquadrinhar a relação entre a OAS e o patrimônio imobiliário dos chefes petistas. Concluíram que o tríplex no Guarujá é a evidência material mais visível da rentável parceria de Lula com os empresários”.

Justiça Federal condena cúpula da OAS por corrupção na Lava Jato

A matéria diz ainda que “os promotores ouviram testemunhas e obtiveram recibos e contratos que colocam o ex-presidente na posição de ter de explicar na Justiça as razões pelas quais tentou de todas as maneiras negar ser o dono do tríplex”. Para os promotores, as negações de Lula “configuram o crime de lavagem de dinheiro”.