Mais de 600 aprovados em concurso participam de curso de formação da PM, Civil e Bombeiros

Mais de 600 aprovados em concurso participam de curso de formação da PM, Civil e Bombeiros

Em Porto Velho, 440 soldados da Polícia Militar, 144 policiais civis e 86 bombeiros militares aprovados em concurso público participam dos cursos de formação em andamento na Diretoria de Ensino da PM, Academia de Polícia Civil e na sede do Corpo de Bombeiros.

Na sexta-feira (29), o secretário de estado da Segurança, Defesa e Cidadania, delegado Antônio Carlos dos Reis, esteve na Fatec em visita aos futuros policiais militares. Para ele, a formação policial exige esforço, responsabilidade, postura e dedicação. Por isso pediu aos futuros policiais para não se distanciarem do dever de servir à sociedade. “Onde estiverem serão visualizados. Sejam exemplos. Temos uma inversão de valores. Uma sociedade sem freio moral e os senhores irão trabalhar no limite entre o certo e o errado, porém busquem sempre o certo”, disse.

Quanto à formação policial militar, ele citou que a corporação tem profissionais capacitados tanto no trabalho fim, quanto na formação de novos integrantes da instituição. Com a presença dos demais integrantes do sistema de segurança pública do estado, o secretário deixou clara a importância da união e integração de todos pelo bem comum.

O comandante-geral da PM, coronel Ênedy Dias, lembrou de seu tempo de aluno e incentivou os futuros policiais militares . “Procurem fazer o certo, simplesmente porque é certo, e não porque tem alguém olhando, a sociedade não admite o nosso erro. Como policiais militares, temos que acertar sempre, e para acertar é necessário termos esse conhecimento profissional bem formado”, acentuou.

Ele destacou ainda o esforço dos que compõem a Diretoria de Ensino, que estão à frente na formação dos cerca de 440 alunos soldados militares. O coronel lembrou que todos são responsáveis por entregar à sociedade homens e mulheres dotados de conhecimento e profissionalismo para defendê-la com o sacrifício da própria vida. “Se esforcem. O mundo moderno é do conhecimento, e quem não o tem pode pagar por isso, aproveitem cada ensinamento repassado, pois aqui forjamos bons profissionais”, orientou.
Fonte:SECOM