zap log jaru transporte transportadora

Ladrões usam guarda-chuva para entrar em banco sem disparar alarme

Ladrões usam guarda-chuva para entrar em banco sem disparar alarme
Buraco foi aberto em parede que dá acesso a área restrita a funcionários do banco (Foto: Maico Gean do Carmo/)Buraco foi aberto em parede que dá acesso a área restrita a funcionários do banco (Foto: Maico Gean do Carmo/Jaru Online)

Funcionários da agência do Banco do Brasil, em Jaru (RO), a cerca de 290 quilômetros de Porto Velho, foram surpreendidos quando retornaram ao trabalho na quarta-feira (13). Um buraco aberto na parede do banheiro da instituição fez com que um furto fosse descoberto no local. De acordo com a Polícia Civil, que investiga o caso, após entrar na agência, os suspeitos tiveram acesso ao cofre, que foi arrombado com o uso de um maçarico. Sem serviço de segurança após o horário de funcionamento, os suspeitos desativaram as câmeras de vigilância e usaram guarda-chuvas para bloquear os alarmes. O banco não revelou a quantia levada.

Para o delegado de Polícia Civil do município, Salomão de Matos Chaves, o cuidado durante toda a ação chama a atenção. “Eles cortaram os fios de algumas câmeras e outras foram viradas para um ângulo que não mostra o furto. Eles fizeram isso abaixados, rastejando, de maneira que não os registrassem”, conta Chaves.

Segundo o delegado, os suspeitos têm conhecimento em alarmes, pois usaram uma estratégia inusitada. “Eles colocaram guarda-chuvas em frente ao infravermelho do alarme, o que acaba bloqueando o mecanismo. Assim, eles não foram detectados e se movimentaram para dentro do prédio”, garante. Os guarda-chuvas foram deixados no banco.

Agência do Banco do Brasil retornou atendimento nesta quinta-feira, em Jaru (Foto: Maico Gean do Carmo/Jaru Online)Agência do Banco do Brasil retornou atendimento
nesta quinta-feira, em Jaru
(Foto: Maico Gean do Carmo/Jaru Online)

O comandante da 1ª Companhia Independente de Policiamento Ostensivo de Jaru, Plínio Sérgio Cavalcanti, disse ao G1 que a ação aconteceu durante o feriado prolongado, mas as investigações não apontam o dia exato, nem mesmo quantas pessoas participaram do crime. “Eles [suspeitos] fizeram um buraco na parede que dá acesso ao banheiro dos funcionários e abriram o cofre com um maçarico”, afirma o comandante.

De acordo com a polícia, o furto foi planejado e executado por pessoas que tinham conhecimento da área do banco. “Eles entraram por um espaço em que somente funcionários tinham acesso”, destaca Cavalcanti.

Uma pericia foi realizada no local e o furto está sendo investigado. Devido ao ocorrido, o atendimento na agência só foi normalizado nesta quinta-feira (14).

Comentários