Jovem é linchado por moradores ao tentar roubar moto em Porto Velho

Jovem é linchado por moradores ao tentar roubar moto em Porto Velho

Um jovem de 19 anos morreu na madrugada desta sexta-feira (29), após ser linchado por moradores, durante uma tentativa de assalto na Avenida Rio Madeira, bairro Nova Esperança, em Porto Velho. O rapaz e seu comparsa, que conseguiu fugir, teriam tentado levar a moto de um servidor público, que reagiu, entrando em luta corporal com ele. No momento do assalto, pessoas que estavam no local acabaram linchando o suspeito, em defesa da vítima. A Polícia Militar informa que a ação das pessoas contraria as recomendações da polícia. Para a PM, a população não deve reagir em casos como este.

Atendimento ao suspeito
O homem foi levado ao Pronto Socorro João Paulo II. Ele levou uma facada no lado esquerdo da região do toráx e acabou falecendo na unidade de pronto atendimento, na madrugada desta sexta-feira, horas depois da ocorrência. O corpo foi removido ao Instituto Médico Legal e liberado aos familiares, após a autópsia.

O jovem possuía antecedentes criminais. O outro suspeito não foi encontrado.

Posição da PM
O coronel da Polícia Militar, Carlos Roberto Santos, disse que a PM recebeu o chamamento através do 190 para atender o caso. “A polícia socorreu o suspeito, mas suspostamente ele tenha sofrido agressões que o levaram à morte”, afirmou.

Santos ainda destacou que as recomendações da polícia não foram seguidas no caso, já que a vítima reagiu e a população ainda se juntou a ela para agredir o suspeito. “Essa ocorrência contraria duas recomendações da Polícia Militar. Uma que diz que em caso de assalto não reaja, e a segunda que não se deve fazer justiça com as próprias mãos. Supostamente alguém agrediu o suspeito, que sofreu lesões e essas lesões o levaram à morte”.

O coronel informou que as pessoas que causaram lesões corporais no assaltante podem responder por tentativa de homicídio, ou até mesmo homicídio, dependenpo da situação. Disse ainda que em situações de imobilização do suspeito, é necessário esperar a chegada da polícia, que deverá realizar todos os procedimentos cabíveis.