Jiboia de mais de 2m é capturada em quintal de casa em Rolim de Moura

Jiboia de mais de 2m é capturada em quintal de casa em Rolim de Moura

Uma jiboia de mais de dois metros de comprimento foi capturada pelo Corpo de Bombeiros, na tarde da última sexta-feira (13), no quintal de uma residência de Rolim de Moura (RO), a 520 quilômetros de Porto Velho. Conforme o Corpo de Bombeiros, a cobra estava na copa de um pé de manga de aproximadamente oito metros de altura. Após a captura, o animal foi solto em uma reserva de mata.

Ao G1, o bombeiro Antônio Edson, que trabalhou na captura jiboia, disse que um morador da Avenida Cuiabá, no Bairro Planalto, ligou para central de operações do Corpo de Bombeiros informando que havia uma cobra em seu quintal e solicitou que uma equipe fosse até lá para a captura do animal.

Cobra tinha mais de dois metros de comprimento (Foto: Alerta Rolim/Reprodução)
Cobra tinha mais de dois metros de comprimento (Foto: Alerta Rolim/Reprodução)

Quando os militares chegaram ao endereço, encontraram o animal em um pé de manga que fica no quintal, obrigando os bombeiros a subirem na árvore para o resgate. “Quando chegamos ao local, tive que subir em um pé de manga de aproximadamente oito metros de altura para resgatá-la. Com um gancho fui empurrando ela para baixo, até chegar no tronco da árvore, quando foi pega pelos meus colegas que estavam no chão”, explicou.

Segundo Antônio Edson, o tamanho da cobra surpreendeu a equipe de captura, tendo em vista que a jiboia passa de dois metros de comprimento. “A captura de animais na zona urbana é comum aqui no município, mas é muito raro localizar uma jiboia desse tamanho, eu, por exemplo, nunca vi”, aponta.

O bombeiro disse ainda que o morador agiu corretamente em acionar o Corpo de Bombeiros para a captura da cobra e reforçou o pedido à população que não tente manipular esse tipo de animal.

“A jiboia não é venenosa, mas possui muitas bactérias, portanto, os dentes dela podem transmitir doenças ao ser humano, caso ocorra algum acidente. O mesmo vale para outros animais silvestres, o recomendado aqui no município é chamar os bombeiros para a captura”, enfatizou.

Após a captura, a jiboia foi colocada em um tambor e transportada para uma reserva de mata na zona rural, onde foi solta em um rio.

 

Comentários