Jaru: Polícia acredita ter identificado vítima carbonizada; Chaves encontradas junto ao corpo abriram residência

Jaru: Polícia acredita ter identificado vítima carbonizada; Chaves encontradas junto ao corpo abriram residência

A polícia ainda não pode afirmar, porém as evidencias encontradas até o momento indicam que o corpo localizado nesta manhã deste domingo (17) carbonizado as margens da linha 610, é de Luciano Borges de Souza, 33 anos, mais conhecido como Caburé, morador do setor 07 e operário do Frigon.

Um colega de trabalho de Luciano compareceu a funerária Dom Bosco, e informou desconfiar que o corpo seria de seu amigo, relatando que após saber da notícia de um corpo encontrado, foi até a residência de Luciano e o chamou sem sucesso, em seguida fez ligações ao celular dele que caíram na caixa de mensagem.

Diante dos Fatos o delegado de Polícia Dr. Salomão de Matos, foi até a residência informada pelo amigo, e de posse das chaves encontradas junto ao corpo abriu o cadeado do portão e da porta da residência localizada na rua Frei Caneca, entre a Florianópolis e a Rio de Janeiro no Setor 7.

Na casa não havia desordem que indicasse luta corporal e domínio do morador com emprego de força física, no local foi encontrado documentos que  identifica o morador. Luciano tem um filho, e está separado há mais de um ano da mulher, que reside próximo a sua residencia.

O delegado Dr. Salomão disse que ainda não pode afirmar que o cadáver encontrado na manhã deste domingo, seja de Luciano, mas afirmou que há relação entre o corpo e Luciano.

Segundo o delegado não foi possível fazer identificação com base em comparação de digitais, pois os fragmentos papiloscópicos foram destruídos pelo fogo, essa comparação será possível através de exame de DNA que pode levar uns dias.

Outra forma de identificação pode ser feita através de exame da arcada dentária, pois foi encontrado na residência um cartão de clínica ou plano, sendo geralmente feito raio-X.

Dadas as evidências, amigos consideram que o corpo encontrado é de Luciano e já providenciam o funeral. A família de Luciano é da cidade de Campo Novo e foram comunicados.

Comentários