Jaru: Acusado de receptação completa maioridade penal dentro de cela de delegacia

Jaru: Acusado de receptação completa maioridade penal dentro de cela de delegacia

Muito embora a nossa linha de raciocínio nos leve a pensar que o detido sob acusação de receptação, Elvys Luiz da Silva que completou 18 anos nesta quarta-feira (27), pagaria pelo crime na prisão, não foi isto que ocorreu, pois ele foi beneficiado por ter cometido o delito dois dias antes de completar a maioridade penal.

Elvys foi detido nesta quarta-feira, por uma equipe do GOE, após ser encontrado em seu poder, diversos produtos provenientes de um furto realizado ao estabelecimento conhecido como Sucatinha. Aparelhos eletrônicos, computador, som, capacete e até um cone de sinalização estava na posse do acusado.

Diante os fatos evidenciados, Elvys foi conduzido para Delegacia onde foi verificado pelo delegado plantonista que o delito foi efetivado antes que ele completasse 18 anos, e conforme rege a lei, sua punição teve que ser diferenciada, a uma, aplicada a um adulto.

O jovem foi liberado, pondo fim a angústia e sofrimento de sua mãe que estava horas do lado de fora, com uma marmita e uma garrafa de água a sua espera. A mãe do acusado, em prantos nos relatou seu sofrimento com as reincidências delituosas cometidas por seu filho, “ eu estou tendo que tomar remédio controlado, minha vida se resume em sofrimento, mas tenho fé que Deus irá mudar o destino de meu filho”, desabafou.

DSC_0251 DSC_0252 DSC_0255-001

DSC_0249

Comentários