JARU: Ação da Polícia Civil prende jovem acusado de ser autor de assaltos ocorridos no Município

JARU: Ação da Polícia Civil prende jovem acusado de ser autor de assaltos ocorridos no Município

Foi preso na manhã desta segunda feira(12), o jovem identificado como sendo Gusttavo Rodrigues da Costa, 18 anos, este que encontrava-se em sua residência localizada no Setor-07.

No momento da prisão, Gusttavo estava na posse de um aparelho celular Samsung Gran Duos Prime de cor preta que ele informou ser de um familiar, e inclusive a mãe do jovem já apresentou a Nf do aparelho.

Entenda o caso:

A ação policial foi decorrente de investigação que apura o roubo praticado, no dia 20 de dezembro de 2017 por voltas das 20:35h, na Rua Paraná, Setor-4, quando um casal foi rendido por uma dupla que usava motocicleta de cor preta, tendo os assaltantes exigido dinheiro, joias e aparelhos celulares das vítimas e diante da recusa na entrega, um dos infratores desferiu um soco contra o tórax de uma das vítimas que correu pela rua, assim os criminosos fugiram levando apenas um capacete.

Ainda, naquela mesma noite, por volta das 22:00h, uma dupla com as mesmas características, moto e modo de agir, abordaram as adolescentes R.S.B. , T.S.B. e K.A. na esquina da Rua Marcílio Dias e Rua Olavo Pires, Jardim dos Estados, quando usando uma faca, a dupla amedrontou as vítimas, tendo sido subtraído um aparelho celular Samsung Galaxy J7 de cor preta de T.S.B. e ainda tentaram roubar joias, dinheiro e valores das demais vítimas, porém não conseguiram, fugindo logo depois em uma motocicleta preta.

As investigações apontam que Gusttavo seria o condutor da moto no primeiro roubo, sendo o garupa e o infrator que empunhava a faca no segundo assalto.

O delegado Dr. Salomão de Matos Chaves, que preside as investigações não quis citar o nome dos demais envolvidos para não atrapalhar as investigações, esclarecendo que mais prisões poderão ocorrer a qualquer momento.

Gustavo foi levado até o Hospital Municipal para realizar exames de corpo de delito e em seguida conduzido até a Unidade Integrada de Segurança Pública (UNISP), para ser ouvido pelo Delegado de Plantão Dr. Salomão de Matos Chaves, e posteriormente levado para a casa de detenção do Município, onde ficará a disposição da justiça.

 

Comentários