Jacaré de cinco metros é filmado nas cachoeiras do Rio Machadinho

Jacaré de cinco metros é filmado nas cachoeiras do Rio Machadinho

Na tarde de domingo (12), um morador da cidade de Machadinho do Oeste, foi para as cachoeiras, ponto muito frequentado pela população para lazer, quando notou um fato inusitado, a presença de um jacaré de aproximadamente cinco metros de comprimento.

A cachoeira fica localizada no Rio Machadinho e todo ano acontece o tradicional Festival de praia Garota Cachoeira, contando com um público de mais de 10 mil pessoas no evento.

O jacaré-açu é uma espécie de jacaré exclusiva da América do Sul. Também conhecido como jacaré-negro, é um predador de topo de cadeia alimentar. Exemplares adultos de grandes dimensões podem predar qualquer animal de seu habitat, inclusive outros predadores de topo, como pumas, onças, jiboias e sucuris, se forem surpreendidos por esses répteis.

Normalmente, se alimenta de pequenos animais, como tartarugas, peixes, capivaras e veados. É uma espécie que esteve à beira da extinção, devido ao valor comercial do seu couro de cor negra e da sua carne. Atualmente, encontra-se protegido e sua população encontra-se estável no Brasil. É a maior espécie de jacaré, podendo atingir até 4,5 metros de comprimento e mais de trezentos quilogramas. Porém já foram encontrados exemplares com mais de 5,5 metros de comprimento e possivelmente meia tonelada de peso.

Na tarde de domingo (12), um morador da cidade de Machadinho do Oeste, foi para as cachoeiras, ponto muito frequentado pela população para lazer, quando notou um fato inusitado, a presença de um jacaré de aproximadamente cinco metros de comprimento.

A cachoeira fica localizada no Rio Machadinho e todo ano acontece o tradicional Festival de praia Garota Cachoeira, contando com um público de mais de 10 mil pessoas no evento.

O jacaré-açu é uma espécie de jacaré exclusiva da América do Sul. Também conhecido como jacaré-negro, é um predador de topo de cadeia alimentar. Exemplares adultos de grandes dimensões podem predar qualquer animal de seu habitat, inclusive outros predadores de topo, como pumas, onças, jiboias e sucuris, se forem surpreendidos por esses répteis.

Normalmente, se alimenta de pequenos animais, como tartarugas, peixes, capivaras e veados. É uma espécie que esteve à beira da extinção, devido ao valor comercial do seu couro de cor negra e da sua carne. Atualmente, encontra-se protegido e sua população encontra-se estável no Brasil. É a maior espécie de jacaré, podendo atingir até 4,5 metros de comprimento e mais de trezentos quilogramas. Porém já foram encontrados exemplares com mais de 5,5 metros de comprimento e possivelmente meia tonelada de peso.