Forte friagem causa novo recorde de frio em Rondônia e Acre

Forte friagem causa novo recorde de frio em Rondônia e Acre

Uma grande e forte massa de ar frio de origem polar chegou ao Brasil e desta vez ar gelado conseguiu chegar a Rondônia, ao Acre e ao sul do Amazonas provocando uma acentuada queda da temperatura. Rio Branco, capital do Acre, registrou a mais baixa temperatura de 2018 até agora. O Instituto Nacional de Meteorologia  registrou 13,7°C de temperatura mínima, que igualou a marca do dia 17 de junho.

Em Vilhena, no sul de Rondônia, esta terça-feira, 10 de julho, amanheceu com apenas 11,0°C. Em Boca do Acre, no sul do Amazonas, a temperatura baixou para 15,9°C.

Já nesta quarta feira o frio continua, registrando minima de 16ºC em Porto Velho e Jaru.

Friagem

Acre, Rondônia e o sul do Amazonas estão vivendo uma típica friagem. O fenômeno é caracterizado pela queda da temperatura provocada especificamente pela influência de ar frio de origem polar. Tecnicamente não chamamos de friagem a queda da temperatura que ocorre por causa de uma chuva intensa ou de um dia muito nublado.

 

O ar polar ainda será será sentido nestas áreas na madrugada desta quarta-feira, 11 de julho. É possível que Rio Branco tenha novo recorde de frio, mas a partir da quinta-feira a tendência é de gradual elevação da temperatura com o afastamento do ar polar.

Fonte: Clima tempo

Comentários