Empresa de injeção eletrônica perde R$ 9 mil em golpe de estelionatário

Empresa de injeção eletrônica perde R$ 9 mil em golpe de estelionatário

O gerente de uma cooperativa de créditos de Cacoal (RO), a 480 quilômetros de Porto Velho, procurou a Delegacia de Polícia Civil do município na manhã desta quinta-feira (14), para denunciar um caso de estelionato ocorrido na agência bancária. O suspeito conseguiu sacar R$ 9 mil da conta de uma empresa de injeção eletrônica ao descontar cheques com assinaturas falsificadas. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Aos policiais, o gerente da agência bancária contou que na última quarta-feira (13) um homem entrou na cooperativa e apresentou um formulário de requisição de cheques adulterado e com assinatura falsa. Com o documento, o suspeito conseguiu retirar um talão de cheques com 20 folhas no nome de uma empresa de injeção eletrônica da cidade.

Uma hora depois da retirada do talão, o suspeito retornou à agência com três folhas de cheque no valor de R$ 3 mil cada, com assinaturas falsas e conseguiu sacar R$ 9 mil.

Na sequência, o homem tentou sacar outros dois cheques. Enquanto a funcionária da agência foi até a tesouraria para pedir autorização para sacar os valores, o suspeito aproveitou para sair do banco, deixando para trás as duas outras folhas sem descontá-las.

O gerente da agência só percebeu que seus funcionários foram enganados quando o sócioadministrador da empresa, vítima do golpe, procurou o banco e informou que o valor de R$ 9 mil havia sido descontado de sua conta. O empresário afirmou também que não possuía a numeração das folhas de cheque utilizadas no saque.

O caso foi registrado na Delegacia de Polícia de Cacoal, onde será investigado. As imagens do circuito interno de segurança da agência devem ajudar para chegar ao suspeito.

Comentários