‘De graça, o cara chega e atira’, diz motociclista que levou tiro em assalto – Vídeo

Um motociclista foi baleado na perna após um assalto que aconteceu na Avenida Marechal Rondon esquina com a rua São João, na altura do bairro Riachuelo, por volta das 9h desta terça-feira (15).

Na imagem gravada por uma câmera acoplada no capacete do motociclista dá para ver um criminoso apontando a arma para a vítima.

Ao parar a moto, o condutor chegou a ser agredido no rosto, sob ameaças. “Você vai morrer!”, disse um dos assaltantes.

Dupla abordou vítima na Rua Marechal Rondon, na Zona Norte do Rio (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Dupla abordou vítima na Rua Marechal Rondon, na Zona Norte do Rio (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Logo depois, um deles atira na direção da vítima, acertando a perna dele. O homem foi socorrido por um motorista de carro que passava pelo local e levado para o Hospital Salgado Filho, no Méier.

O caso foi registrado na 25 ªDP. Segundo os investigadores, os criminosos são maiores de idade e do complexo do São João. Policiais da delegacia e da UPP local estão na comunidade fazendo buscas para prender os bandidos.

Motociclista foi baleado na perna por um dos assaltantes após entregar a moto (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Motociclista foi baleado na perna por um dos assaltantes após entregar a moto (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Vítima passa bem

De acordo com a mulher da vítima, o homem passa bem e não vai precisar de cirurgia. Durante a tarde, vai ser avaliado por um neurologista por conta das coronhadas que recebeu.

“Ele fez raio-x, fez os exames. Conversei pouco com ele, mas ele está bem. Teve um pouco de estresse, está no susto, porque ninguém quer passar por isso. Ele estava tendo muito cuidado para não jogar a moto, para eles não ficarem com raiva”, disse.

A mulher do motociclista ainda contou que ele correu após levar o tiro: “Só agora que a adrenalina vai baixar, né?”.

A mulher explicou que o marido tirou habilitação de moto há pouco tempo e que, por isso, gostava de usar a câmera no capacete todos os dias. “Ele usava para ver como estava dirigindo, gostava de analisar os trajetos. “

Comentários