Conta De Luz Ficará 7% Mais Barata; Mosquini Quer Reduçāo Ainda Maior Em 2016

Conta De Luz Ficará 7% Mais Barata; Mosquini Quer Reduçāo Ainda Maior Em 2016

Conta De Luz Ficará 7% Mais Barata; Mosquini Quer Reduçāo Ainda Maior Em 2016

 

Brasília – A conta de luz vai ficar um pouco mais barata para os brasileiros a partir de março. Isso será possível graças ao desligamento, pelo Governo Federal, de um grupo de sete usinas termelétricas com capacidade de geração de cerca de 2 mil megawatts (MW), cujo custo de produção é superior a R$ 420 por megawatt-hora (MWh). A medida vai permitir uma reduçāo do custo do setor elétrico de R$ 720 milhões por mês em 2016.

A reduçāo das tarifas de energia elétrica é uma das bandeiras que o deputado federal Lúcio Mosquini (PMDB-RO) encampou em seu mandato. Mosquini é vice presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa das Energias Renováveis, Eficiência Energética e Portabilidade da Conta de Luz.

“Esta reduçāo na conta de luz ainda é pequena mas já é um grande passo na adoçāo de tarifas de energia mais justas para os rondonienses. O importante é que haverá redução do custo de energia para o consumidor no ano de 2016. O nosso trabalho está rendendo frutos”, comentou Mosquini.

O ministro de Minas e Energia Eduardo Braga estimou redução de até 7% no valor final das contas de energia elétrica residenciais a partir de março.

A partir do mês que vem será adotada a bandeira amarela no sistema de bandeiras tarifárias, o que significa acréscimo de R$ 1,5 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. Atualmente, a bandeira aplicada é a vermelha, patamar 1, com acréscimo de R$ 3 a cada 100 kWh.

Conta De Luz Ficará 7% Mais Barata; Mosquini Quer Reduçāo Ainda Maior Em 2016
Conta De Luz Ficará 7% Mais Barata; Mosquini Quer Reduçāo Ainda Maior Em 2016

Mosquini está confiante de que a conta de luz continue caindo ao longo de 2016. “Existe a possibilidade de que já em abril possa ser adotada a bandeira verde, na qual nāo é cobrado nenhum adicional na conta de luz”, afirmou Mosquini.

O deputado rondoniense continuará lutando este ano pela portabilidade da conta de energia, que oferecerá ao cidadão a possibilidade de escolher a empresa fornecedora do serviço de energia elétrica, assim como já acontece na telefonia.

Com a portabilidade o consumidor poderia economizar até 22%, segundo a Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel).
 

Deputado Federal Lúcio Mosquini (PMDB-RO)