Cães que nunca viram a luz do sol são resgatados de sítio em SP: ‘Acumulador de animais’

Cães que nunca viram a luz do sol são resgatados de sítio em SP: ‘Acumulador de animais’

Equipes de uma organização independente realizam o resgate de ao menos 17 cães em um sítio localizado na Zona Rural de Jacupiranga, na região do Vale do Ribeira, interior de São Paulo, após o dono dos animais precisar ser internado. A ação é acompanhada pela Polícia Militar Ambiental (PMA).

Na última semana, cinco cachorros já haviam sido retirados da propriedade, em razão das condições de abandono. O local é monitorado desde 2015, quando ali viviam mais de 50 cães, também em situação crítica, segundo informações do Grupo de Proteção aos Animais do Vale do Ribeira (GPA).

“O proprietário, infelizmente, é um acumulador. Há alguns meses, ele ficou muito doente e precisou de cuidados médicos. Alguns conhecidos alimentam os cães, mas eles estão em situação precária de cuidados e higiene. Muitos estão doentes”, diz a presidente da entidade, Marcia Colla.

Cães estão em situação de abandono em cidade do Vale do Ribeira (Foto: Divulgação/GPA)

Cães estão em situação de abandono em cidade do Vale do Ribeira (Foto: Divulgação/GPA)

Dos cachorros que estão na propriedade, ao menos oito vivem dentro de um imóvel fechado. “Esses animais são ariscos e nunca viram a luz do dia, do sol. É complicado, pois são difíceis de socializar. Mas todos serão resgatados ao londo da próxima semana”, garantiu.

Dois novos canis estão sendo preparados na sede do GPA, que arrecada doações para finalizar a obra. A previsão é que até o fim da próxima semana todos os animais já tenham sido retirados do local e transferidos para a nova área. “Muitos estão doentes, com vermes, e precisam de tratamento”.

Em 2015, alguns cães já tinham sido resgatados da propriedade. “Encontramos cachorros mortos em geladeiras. Depois disso, fizemos a castração da maioria dos animais que ali vivem, mas o dono continuou abrigando tantos outros. É uma situação bastante delicada e degradante”.

A Polícia Militar Ambiental informou que monitora toda a ação junto à iniciativa do GPA, de abrigar esses animais de forma voluntária na entidade. O resgate dos demais cães será acompanhado por policiais, que também vão prestar auxílio em toda a operação, informou a corporação.

Segundo o GPA, alguns ainda cães não viram a luz do dia (Foto: Divulgação/GPA)

Segundo o GPA, alguns ainda cães não viram a luz do dia (Foto: Divulgação/GPA)