zap log jaru transporte transportadora

Autônomo de 54 anos é morto com tesourada no peito

Autônomo de 54 anos é morto com tesourada no peito

airton_foi_socorrido_com_vida._foto_edeblandes_ortis_-_folha_do_sulO autônomo Airton dos Reis da Silva, de 54 anos, foi morto com uma tesourada no peito, na noite de terça-feira (9), na rua 1.503, Bairro Cristo Rei, em Vilhena (RO). De acordo com a esposa da vítima, Claudia Santana de Souza, de 34 anos, o padrasto dela, de 74 anos, seria o autor do homicídio. Desavenças por causa das despesas familiares teriam motivado o homicídio.

Claudia contou ao G1 que morava com o marido, o padrasto, a mãe e um irmão na mesma casa. Na noite de terça-feira, Airton pediu para que o suspeito ajudasse nas despesas da família. “Ele é aposentado. Meu marido disse que iria acompanha-lo até o banco hoje, para pegar um pouco de dinheiro e ajudar nas despesas da casa. Daí ele falou: ‘nem meus filhos vão comigo no banco’. Aí já foi para cima do Airton com a tesoura”, relata.

Segundo Claudia, o padrasto tinha comportamento calmo e era casado há anos com a mãe. Com as constantes discussões sobre as contas familiares, o padrasto teria pedido para ficar na casa mais três meses, pois iria embora da cidade. “Ele [padrasto] deu a tesourada em cima do coração, para matar mesmo. Depois fugiu a pé, com um facão na mão. Meu marido saiu para fora para pedir socorro ao vizinho, mas caiu. Foi socorrido e morreu no hospital”, lamenta.

De acordo com os familiares, Airton é conhecido pelo apelido de “Alicate” e trabalhava com vendas de carro. Ele foi candidato a deputado estadual em 2006 e recebeu 38 votos. O suspeito não foi localizado. A Polícia Civil investiga o caso.

Comentários