Elemento de Jaru invade residência em Ariquemes, e é detido pela Patrulha Bravo após roubar Biz usando pente como arma

Elemento de Jaru invade residência em Ariquemes, e é detido pela Patrulha Bravo após roubar Biz usando pente como arma

 Captura de tela inteira 11022016 144204Por volta das 21h40min de quarta-feira, (10/02), a vítima A.G.M. de 70 anos, saiu de sua residência localizada na Rua Brasília, no Setor 03 em Ariquemes para levar sua filha em casa e minutos mais tarde quando retornou se deparou com um elemento desconhecido dentro da residência. Ao ver o proprietário da casa, o marginal colocou a mão em cima de um pente de cor preto que estava em sua cintura e anunciou o roubo, subtraindo a motoneta da marca Honda, modelo C-100 Biz de cor verde que estava com a vítima e se evadiu do local sem capacete. Com as características do infrator as guarnições iniciaram as buscas, até que os Policiais Militares da Patrulha Bravo: Fabiano, Machula e Barroso localizaram o elemento com a referida motoneta transitando pela Avenida Jamari, sendo que ao ver a viatura, o indivíduo pulou o canteiro central e tentou se evadir entrando na Travessa Globo (antigo Rebojo), onde perdeu o controle da direção do veículo e caiu ao solo sofrendo algumas escoriações. O elemento se apresentou à guarnição como sendo Fábio Santos da Silva, afirmando que é usuário de entorpecentes e que tinha um Mandado de Prisão da Comarca de Jaru em seu desfavor. Na DP quando os PMs foram registrar a Ocorrência, o elemento disse que seu nome verdadeiro era Acrício Santos da Conceição. O indivíduo totalmente alterado, por várias vezes bateu a cabeça na parede, depois deu uma cabeçada em um arquivo de aço que amassou a porta, proferiu ameaças contra os Policiais e tentou agredir as equipes de reportagem. Quando os Policiais foram constatar se realmente existia Mandado de Prisão contra o elemento, este disse se chamar Gerisvaldo Lopes de Lima, de 36 anos, sendo que não foi encontrado Mandado de Prisão em desfavor desse terceiro nome informado pelo infrator. Mediante os fatos a Ocorrência nº 367/16, foi registrada na Delegacia de Repressão aos Crimes Contra o Patrimônio, onde a Biz foi restituída ao seu verdadeiro proprietário. ARIQUEMES190-vert(420) (4)

Captura de tela inteira 11022016 144211

Captura de tela inteira 11022016 144219